Idade das Trevas
Bem vindo ao IdT RPG!

Somos um sistema de independente de RPG de Mesa Low Fantasy. Faça a sua ficha e venha desbravar este mundo!

Idade das Trevas

Veritas et fortitudo, memento mori
 
InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Lore: A Grande Vitória Tuga em Morrocos (1444)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
pedrogaiao
Arauto do Conhecimento
avatar

Número de Mensagens : 7055
Idade : 22
Localização : No Além-Mar
Emprego/lazer : Autocrata - Vegetar
Humor : Falta De,
Pontos : 10033
Reputação : 23
Data de inscrição : 05/01/2009

Ficha do Personagem
HP:
1250/1400  (1250/1400)
MP:
525/600  (525/600)
VT:
3360/3500  (3360/3500)

MensagemAssunto: Lore: A Grande Vitória Tuga em Morrocos (1444)   6/10/2017, 19:17

João Gomes de Zurarca, cronista oficial da corte del rey de Tuga, relactando o episódio da mui valente vitória das Hostes do Regno em Morrocos ao Ano do Nosso Senhor de 1444

Ora, os mouros são raça mui astuta, como se bem conhece. Bem cedo se aperceberam que os Tugas cobiçavam sus enclaves marítimos, mui expostos à nostra armada,  carregadas cum hombres-de-armas em seus arneses e com sofisticadas bocas-de-fogo, grãs-bombardas e culebrinos de retro-carga, dos quais faziam gran estrago quer às muralhas de suas praças quer às hordas que se avalentavam de nos enfrentar de fronte ao mar. No entanto, os tugas não poderiam usar o grande poder de fogo de suas naus à dentro do continente seco, de semelhante forma como nostras conquistas vertiam-se em verdadeiros fardos, fossem estas isoladas do mui rico comércio d'ouro, das especiarias e dos escravos de África. Isolados de tão importante comércio, nostras praças ultramarinas estavam a verter-se em mortas cidades, habitadas por poucas centenas de habitantes aos quais muitos eram os que pertenciam às famílias de hombres das guarnições que protegiam as praças.

El rey não permitira ao orgulho da pátria e da Fé Católica sucumbir às astúcias mouras. Ordenara nas Cortes, em ano de 1440 de Nosso Senhor, que se fizessem preparações para assaltar os enclaves de África, por desta vez avançando mais à dentro do continente e punindo os infiéis por suas conspirações e ganância. Com apoio da burguesia e de su fiel nobreza, levantaram-se os fundos e os hombres para um buom e competente exército à ser enviado em ultramar, despachando os expedicionários no ano de 1444. Aportando em Ceúta e marchando sob comando dos príncipes reales, investidos Mestres das Ordens de Avis, Calatrava e Cristo, as hostes penetraram fundo dentro da terra dos mouros, ainda inexplorada para nós.

Ora, era o Rei de Morrocos fortalecido por nossas invasões, que inspiravam gran terror entre a raça dos infiéis, que outrora se dividia em guerras civis. Por disto, informado de mostra marcha por dentro de terra seca, conseguira levantar mui gran exército, graças ao temor de sua aristocracia pelo invasor. Ligeiro e eficiente, fora capaz de reunir suas hostes e arranja-la em terreno favorável, que já lhe era conhecido: uma suave elevação à margem d'um rio brabo e barrento, à mea viagem de uma rica cidade da região. Devido ao tamanho das nostras hostes, era pois impossível ter bom controlo da soldadêsca nas marchas, de forma que o exército agora se dividira em três destacamentos, cada um controlado por um príncipe real.

Tão próximo quanto chegado do campo de batalha já reservado pelo inimigo, os batedores da vanguarda, inumanos de mui proficiência marcial, logo fizeram vista dos batedores inimigos. Estes em nostro serviço eram os centauros, povo híbrido de cavalos com hombres que habitam a península de Hispânia desde que se têm notícia. A feroz natureza de su raça é retractada por autores e cronistas desde Heródoto, ainda no Mundo Clássico. Por certo não nos eram imagem incomum, salvo dentre aqueles que nunca tinham posto pé na sierra ou tomado parte nas razias da fronteira.

Nostra vanguarda era composta completamente de cavalaria, dentre ginetes e hombres-de-armas. Ao todo, cerca de 6.000, dos quais pelo menos 4.000 eram cavaleiros e hombres-de-armas; os Tugas nunca nutriram o mesmo apreço que seus vizinhos pela cavalaria ligeira, esto também seria verdade nesta expedição. Logo seguiam, no destacamento médio, mais dois milhares de cavaleiros e boa parte de nostra infantaria. Por fim, a retaguarda compunha o resto da infantaria e tropas especiais trazidas del regno. Ao todo tínhamos cerca de 8.000 em cavalaria e 12.000 em infantaria. Mas esto ainda não provar-se-ia ligeiramente próximo ao que el rey de Marrocos punha em campo. Do inimigo contar-se-iam pelo menos 40.000 guerreiros, com alguns escudeiros falando até mesmo de uns sessenta milhares; a estes não dou ouvidos, sabendo que as vistas destes mancebos facilmente é lhes trai por su própria vividez, exagerando os fatos. Embora fosse facilmente apercebida a notória desvantagem de números, a vista d'aquele mar de mouros não abalara nossas cervis, nem faria as pernas dos peões tremular, visto que o nostro povo era mui valente, aventureiro e cristão por natureza.

_________________
"Há três coisas que todo homem sábio deve temer: o mar em uma tempestade, uma noite sem lua e a ira de um homem gentil"

"A knight in shining armor is a man who has never had his metal truly tested. For your armor after battle tells the story of who you truly are"

"O que é a honra comparado ao amor de uma mulher? O que é o dever contra sentir um filho recém-nascido nos braços ... ou a memoria do sorriso de um irmão? Um covarde pode ser tão bravo como qualquer homem quando não a nada a temer. E todos cumprimos nosso dever quando não há um preço. Como parece fácil então seguir o caminho da honra. Mas, cedo ou tarde na vida de todos os homens ... chega um dia em que não é fácil, um dia em que ele tem de escolher ... "

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://shadowsofwar.site88.net/
 
Lore: A Grande Vitória Tuga em Morrocos (1444)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Lutas da 4ª Grande Guerra Ninja (Conhecidas - Possíveis)
» [Filme] Naruto 2 - Grande Colisão! As Fantásticas Ruínas das Profundezas!
» O Grande Cristal
» [REMIX SINGLE] LITTLE MIX - BLACK MAGIC FEAT. ARIANA GRANDE
» [CLIPE] Ariana Grande - Focus

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Idade das Trevas :: Principal :: Database de Tomos e Lore-
Ir para: